header_AD.jpg

A produção de Antonio Dias durante a década de 1980 é marcada por uma compilação de gestos e símbolos e pelo interesse do artista em experimentar com materiais pictóricos orgânicos. 

Utilizando telas e folhas de jornal como suporte, Dias edifica essas obras entre as experiências construtivas e a arte povera, propondo algo que transborda as demonstrações lógicas, com uma certa espessura e apelo tátil da pintura. As superfícies recebem tinta de tons avermelhados e papéis são recortados e depois reordenados dentro dos limites da composição, gerando símbolos facilmente reconhecíveis, mas que guardam alguma ambiguidade visual. Evocando um vocabulário da primeira fase de sua produção, imagens de ossos, órgãos e formas fálicas reaparecem junto às formas geométricas que se multiplicam em cada obra.  

A exposição, organizada em parceria com a Galeria Nara Roesler, traz uma concisa seleção de obras produzidas entre 1980 e 1989, que investigam a produção de um dos mais importantes artistas do país. Algumas das pinturas reunidas são exibidas pela primeira vez ao público. É uma pequena amostra do quanto segue viva a possibilidade de nos surpreendermos com a obra de um dos mais experimentais, críticos e ousados artistas contemporâneos.

___________________________

Antonio Dias’ production during the 1980s is marked by a compilation of gestures and symbols and by the artist's interest in experimenting with organic pictorial materials.

Using canvases and newspaper sheets as support, Dias builds these works between the constructive experiences and art povera, proposing something that overflows the logical demonstrations, with a certain thickness and tactile appeal of the painting. Surfaces receive reddish-colored paint and papers are cut out and then rearranged within the composition boundaries, creating easily recognizable symbols but with some visual ambiguity. Evoking a vocabulary of the first phase of his production, images of bones, organs and phallic forms reappear next to the geometric forms that multiply in each work.

The exhibition, organized in partnership with Galeria Nara Roesler, brings a concise selection of works produced between 1980 and 1989, investigating the production of one of the most important artists in the country. Some of the paintings are exhibited for the first time to the public. It is a small sample of how much alive is the possibility of being surprised by the work of one of the most groundbreaking, critical and daring contemporary artists.

 

TEXTO POR ILE SARTUZI

 

INSTALAÇÃO | INSTALLATION          OBRAS | WORKS